24 de maio de 2019

Um governo sem GPS político

– “Não posso romper, pois não tenho nenhuma relação com ele”.

Foi com essa afirmativa que presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), definiu sua brigalhada com o líder do governo na Casa, major Vitor Hugo (PSL-GO).

 

24 de maio de 2019

PT reclama do PP

O PT reclama, e muito, dos suplentes do Partidos Progressistas assumirem cadeiras na Assembleia Legislativa.

Mas, olha só, 3 suplentes do PT já foram convocados para o Palácio Petrônio Portela.

24 de maio de 2019

Dormindo com o inimigo

O líder do Governo – Vitor Hugo (PSL-GO) –  brigando com o Presidente da Câmara Federal,Rodrigo Maia (DEM-RJ)?

Quem disse que o Presidente Jair Bolsonaro precisa de oposição?

24 de maio de 2019

Esgotos não tratados

100 milhões.

Este é o número de brasileiros sem acesso à coleta de esgoto.

O dado é do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento.

24 de maio de 2019

Selo de Segurança Pública

A Secretaria Nacional de Segurança Pública vai criar um selo ISO para os Estados que conseguirem reduzir os índices de criminalidade.

Será oferecido uma premiação em recursos para serem aplicados, exclusivamente, na área de segurança.

A informação é do General Guilherme Theophilo, Secretário  Nacional de Segurança Pública.

 

24 de maio de 2019

Aumento de feminicídios no Piauí

12.

Esse foi o número mulheres mortas por feminicídio no Piauí nos quatro primeiros meses de 2019.

A média é de 3 mulheres mortas por mês este ano por este tipo de crime.

Os dados são da secretaria de Segurança Pública.

Minuto Magalhães

Crônicas Políticas

Falta de educação e violência

20 de maio de 2019

A violência nas escolas e medidas preventivas para conter o seu avanço serão debatidos em uma audiência pública na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.
Essa discussão foi intensificada entre os parlamentares depois do atentado a estudantes e professores em uma escola da cidade de Suzano, em São Paulo.
Você lembram?
Foi no dia 13 de março e, infelizmente, morreram 10 pessoas.
A ideia dos deputados é discutir medidas urgentes para conter essa epidemia de violência nas escolas. Ela vem ocorrendo em todo o país.
Por isso, vamos esperar que dessas discussões entre os nossos parlamentares, saia algo de concreto, não fique nos discursos.
A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados poderia, por exemplo, sugerir, aliás, elaborar um projeto de lei criando uma política nacional para a segurança nas escolas.
Como é um assunto onde há uma unanimidade, onde todos querem uma solução, esse projeto contaria com o apoio de todas as agremiações políticas, tanto os da base aliada do presidente Jair Bolsonoro quanto os da oposição.

falecommagal@gmail.com
© Francisco Magalhães. Todos os direitos reservados.